quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Fotografia

Escolher um fotógrafo é muito difícil, principalmente em BH. Ainda que fosse porque eles são muito ruins, ficaria fácil. Era só fechar o contrato com o primeiro que fosse bom e pronto. Mas não! O problema é que temos muuuitos fotógrafos excelentes, e fica difícil decidir qual preferimos.

Como os fotógrafos fazem apenas um evento por dia, é um dos primeiros fornecedores que as noivinhas que estão começando agora devem fechar. Logo depois que fechei o salão e a igreja, ou seja, logo depois que defini minha data, comecei a olhar fotógrafos.

Em momento nenhum eu visitei muitos fornecedores. Eu sempre procuro muito na internet, seleciono alguns fornecedores, faço orçamento por e-mail e então seleciono três ou quatro que estão na faixa de preço que eu quero pagar e visito com meu noivo, para então decidirmos.

Assim foi com os fotógrafos. Minha intenção inicial era olhar com o Jivago Sales, o Alessandro Bastos e os meninos da Agência Uai.

Jivago Sales

Alessandro Bastos  
  
   Agência UAI
O Jivago Sales e os meninos da Agência Uai não tinham mais minha data disponível. Ao responder meu e-mail, o Jivago me indicou dois fotógrafos (achei elegantérrimo ele indicar profissionais): O Alessandro Bastos, que eu já estava olhando, e a Marina Favato.

Marina Favato
Então resolvi conhecer a Marina e o Alessando. O estilo dos dois é diferente, mas me encantei pelos dois. Mas na hora que conhecemos o Alessandro, gostamos demais dele! Ele é uma simpatia de pessoa, super agradável, e bem humorado (o que é fundamental para mim!). 

Não acredito em coincidências, e acho que eu ter escolhido ele para conhecer e o Jivago tê-lo indicado não era coincidência...

AMO o trabalho do Alessandro (pena que ele não tem muito tempo de atualizar o blog, porque eu ia adorar ficar vendo fotos novas dele sempre!), e ainda descobri que ele é ótimo para ouvir as noivas desesperadas e para indicar fornecedores!

Uma coisa que me admirou muito no Alessandro foi a maneira como ele virou fotógrafo! Ele é formado em computação, trabalhou cinco anos como analista de sistemas (nada a ver com fotografia, né!) e acabou virando fotógrafo para suprir a falta de profissional num trabalho em Jeceaba (cidade perto da minha - outra "coincidência"?). E descobriu o amor pela fotografia! Você percebe esse amor na fala dele, na descrição do site e no olhar dele...

E o que me causa admiração? Adoro minha profissão, mas ainda não achei a profissão que amo, e quero muito que uma coisa inusitada aconteça assim comigo um dia, e eu possa descobrir minha profissão-paixão.

Se quiser conhecer mais sobre o Alessando e o trabalho dele, clique aqui.

Ah, sabe de onde tirei a indicação dele?? Da Bel, claro!!

Uma dica para quem está escolhendo o fotógrafo: procure identificar qual estilo de foto você mais gosta olhando no site dos fotógrafos. Quem capta melhor o tipo de luz que você gosta, dá o tratamento que você gosta e tal. E conheça os fotógrafos, porque tem que existir uma química entre vocês (noivos e fotógrafos) para que você se sinta à vontade para pedir o que quiser, e para que você tenha confiança no trabalho deles!

 

Eu amo fotografia!
Eu amo renda!
Eu amo meu noivo!!!

2 comentários:

Mari e Eder disse...

oi!!!
adoro todos que vc citou!!!
a Marina é uma fofa!!!!mas ela não tinha minha data...
tem a vanessa kohler tbm que arrasa!
mas os meninos da uai são tudo de bom!!!!
o alessandro tbm gostamos muito!!!
bjus

alebastos disse...

Mari, você conseguiu deixar meus olhos mareados... foi emocionante ler este elogio... te agradeço de coração pela oportunidade de fotografar o seu casamento! Abraços, Alê